Publicado em Crônica

Um segredo, um medo, uma paixão

– Segure minhas mãos sem pressa de soltar.

– Me conta qual o segredo que os homens têm. Por que eles conseguem encarar isso com tanta facilidade?

– A paixão?

– Sim, como se fosse sempre a primeira vez que sentissem isso.

– Paixões são assim, elas vem… Elas vão. Por acaso alguma ficou em seu coração?

– Não! Estou feliz com você, é só um…

– Medo?! Se estiver com medo é porque está presa em outro sentimento.

– Por que insiste nessa ideia? Estou com você e quero estar com você, por muito tempo…

– Então esqueça isso que você chama de medo e eu chamo de lembranças, apenas me ame.

– Até quando?

– Até quando não houver mais paixão.

– Mas está pedindo amor e não paixão.

– Quando você me amar de verdade, já nem saberá discernir seus sentimentos, só vai pensar com o coração. Enquanto há dúvidas, não há amor.

– Como pode saber claramente dessas coisas? Homens não deveriam falar de sentimentos com tanta segurança.

– Sou um homem apaixonado.

Anúncios

Autor:

19 anos. Acadêmica de Relações Internacionais e apaixonada por histórias de amor.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s