Publicado em Cinema

Filme: Dívida de Sangue (Good People)

“O dinheiro não é sujo, Anna. As pessoas o tornam assim.”

Esse é o argumento utilizado por Thomas Wright (James Franco), um engenheiro paisagista, para convencer sua esposa Anna Wright (Kate Hudson) a ficarem com o dinheiro que encontraram no porão que alugavam para Ben Tuttle (Francis Magee), que acaba de ser descoberto morto no lugar. Logo casal se mudou para Londres, buscando começar uma vida nova.

Porém, não demorou muito até o surgimento da ameaça de perder a casa. Thomas quis usar o dinheiro para pagar as dividas que acumularam. É compreensível que ele seja um homem preocupado com o bem-estar da esposa, mas acaba passando a imagem de alguém ganancioso e aproveitador. Deve ter sido expressão de Franco ou o pouco desenvolvimento do personagem que me deram essa ideia.good-peopleVoltando a discussão sobre o dinheiro, a grana tinha passado por  mãos de um grupo de traficantes que roubou um clube e,  após, foi outra vez roubado por Ben Tuttle.  Com pessoas tão perigosas envolvidas, é lógico que alguém apareceria para reivindicar o dinheiro e voltar para seus planos originais.

Jack Witkowski (Sam Spruell ), um criminoso altamente procurado pela polícia, invade o mesmo porão em busca da grana, mas só encontra as drogas. Elas pertenciam a um milionário chamado Kahn (Omar Sy) que procura Thomas para que ele o ajude a fazer “justiça” e lhe faz uma ameaça eficaz, colocando o jovem diante de uma sinuca de bicoGood People-2Confesso que desse filme esperava uma filosofia por trás do comportamento dos personagens, mas eles são muito dispersos e sequer conseguem fazer sentir uma boa empatia, a não ser pelo detetive Halden por sua indestrutibilidade que chega a ser irritante e até me lembra do Exterminador do Futuro, por motivos evidentes e Anna que além de ter um humor típico, é dona de um sotaque britânico ❤ , eu vou casar com ela e ninguém poderá me impedir.

O filme não consegue emocionar, talvez por conta da curta duração de noventa minutos. Acredito que meia hora a mais não faria mal a ninguém se fosse para dar um toque de humanidade aos protagonistas. Ao menos o filme, em contraste com o título original, desperta uma questão social atraente no cenário atual: “O que é ser uma boa pessoa? Será que o conceito mudou?”. O que vocês pensam a respeito do assunto? Vocês tem algum conceito para isso, ou seguem o que as pessoas sempre dizem? Grande abraço, até mais.

[Esse post foi escrito por Natan Nunes]

Anúncios

Autor:

19 anos. Acadêmica de Relações Internacionais e apaixonada por histórias de amor.

5 comentários em “Filme: Dívida de Sangue (Good People)

    1. Hey! Que bom que pudemos apresentá-lo. Eu só o conheci em novembro navegando por um site de downloads, fiquei tentado a vê-lo, tinha um bom elenco, mas só pude baixar um mês depois. Apesar de não ter gostado muito, ele tem boas doses de ação, então espero que se divirta. Beijos.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s