Publicado em Comportamento, Pessoal

Desabafo

Eu não sei até que ponto vocês me conhecem. Vou contar um pouco sobre o que eu sei sobre mim, inicialmente. Blair é um nome que uso na internet há mais de cinco anos, eu acho. Acabei de fazer 17 anos e comecei o 3° ano do ensino médio em 2015. Sabe a imagem que vem a minha cabeça quando penso nisso? Penso em uma mala pesada de sonhos e responsabilidades.

É muito mais fácil sonhar quando se é criança. Porque nessa fase, basta fechar os olhos pedir com fé
à estrela cadente e lá estará seu sonho se realizando. Depois que cresce, e conhece a realidade, é como se as estrelas cadentes fossem só uma perda de tempo. Eu, que sou uma colecionadora de sonhos audaciosos, tenho me preocupado muito em como vou realizá-los.

Hoje, há algumas horas, saiu o resultado do Sisu. Por menos de um ponto, eu não passei no curso que faz parte dos meus sonhos. Ainda por cima, sempre tem a família que julga algumas escolhas. Sem contar dos pais que veem os filhos como uma espécie de segunda chance para realizar os sonhos que não conseguiram realizar durante a juventude.

Acho que se eu fosse contar sobre todos os meus sonhos, daria um bom livro! Pra ser sincera, é isso que estou fazendo: um livro! Não quero deixar o blog de lado, mas ando desanimada. Pode ser só mais uma fase que o Enem desse novo ano me trouxe. Estou lutando contra mim mesma para conseguir a vaga dos meus sonhos.

Esse texto foi para desabafar e explicar o motivo da frequência de posts não ser a mesma das férias. Eu só estou organizando minha vida. Fazer escolhas, priorizar, excluir outras que gosta não é fácil. Agora preciso ir, amanhã tenho que acordar as 5h para aula porque cruzar os braços não incluirá meu nome numa lista de aprovados na universidade. Um abraço carinhoso,

Blair Pttsn

Anúncios

Autor:

19 anos. Acadêmica de Relações Internacionais e apaixonada por histórias de amor.

9 comentários em “Desabafo

  1. Hey Blair, se você não passou por menos de um ponto, no meio do ano, quando abrir de novo, você deve passar 😀 Acho que a sua estrela cadente ainda está lá correndo ao redor do mundo pra realizar os seus desejos :3

    1. Essa estrela cadente… tsc tsc! Quando encontrar com ela, colocarei dentro do meu bolso para ela não ficar mais passeando e esquecer dos meus pedidos u.u hauhsuahs. Pois então, foram décimos haush, meus amigos falaram que talvez meu nome apareça na segunda chamada 🙂

  2. O Enem pode ser muito cruel com as pessoas e fazer elas pensarem em toda a sua vida, pode acreditar, aconteceu comigo na primeira vez que fiz, entrei em desespero quando vi a minha nota que não chegou a 650 sendo que a nota de corte para meu curso era de 750. Nós ficamos com a sensação de que não existe vida após isso né? rs, mas não se preocupe existem muitas outras formas de entrar em uma faculdade. Se dedique aos seus estudos e tente não se preocupar com o que as pessoas querem, leve em conta apenas a sua vontade, afinal é o seu futuro.
    Beijos

    http://diadespa.blogspot.com.br/

    1. Você usou as palavras certas. É assim mesmo. Só horas de desespero depois que refleti que ainda tinha todo o terceiro ano pela frente para aprender coisas novas. Sobre não me preocupar com o que os outros dizem, é o que tenho feito. Tenho guardado segredo sobre essas coisas. Parece mais fácil manter a decisão quando quase ninguém sabe. Não é? Obrigada pelas palavras, Paula! Elas me ajudaram muito mesmo. Fizeram eu me sentir como se eu não fosse a única ❤

  3. Força, Blair!
    Ainda que não tenhas conseguido dessa vez, isso só te motivará e te tornará mais forte para tentar novamente. Sei como é a aflição em questão da aprovação em faculdades, já passei por isso, mas encare isso como mais uma motivação para seguir em frente, dando o melhor de si. E acredito que você chegará lá, conseguirá realizar seu sonhos. Não falo isso superficialmente; tenho mesmo essa convicção, acredito em seu potencial a partir do momento em que tive a oportunidade de ler suas belas crônicas por aqui.
    Vai dar tudo certo, acredite em si mesma.
    Um abraço!

    1. Obrigada, Lim. É uma sensação estranha saber que não se está boa o suficiente. Motivação eu tive desde que vi minhas notas, fui correndo (online) procurar um vestibular. É maravilhoso saber que minhas crônicas, que surgiram como brincadeira de criticar algumas questões, agradam pessoas como você. Sério. A primeira vez que você deixou o link do seu blog aqui, fiquei lisonjeada por alguém tão inteligente e cheia de personalidade como você gostar do meu blog. Muito obrigada por tudo ❤

  4. Hey, eu geralmente espero amanhecer pra comentar -e não soar uma desesperada- mas eu gostei muito desse seu desabafo, eu acho que estar no terceiro ano deve ser de tremer as bases, e como você disse não é tao fácil realizar um sonho quanto costumava ser quando criança, contudo esse deve ser um dos anos mais importantes e eu acredito e torço muito por você daqui, e tenho certeza que se você investir com unhas e dentes nos seus sonhos não há o que possa te derrubar.
    Bem… Boa sorte esse ano! Espero ansiosa desde já seu post no fim do ano dizendo que foi aprovada. Um beijo ❤

    1. É um dos posts que mais tenho ansiedade para fazer, com certeza! É exatamente como você descreveu. O terceiro ano trás essas sensações, do tipo não poder vacilar. Obrigada por tudo, Mary. Você foi uma das melhores pessoas que conheci e espero também que você ouça sua mãe e publique seu livro! haushas. Soube que eu já li uma fanfic sua, aquela do hospital. Obviamente gostei demais 😛 Um abraço.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s