Publicado em Comportamento, Crônica

Como serendipity

aa7

Escrevi ouvindo Moves Like Jagger

É curioso como uma geração é diferente da outra. Não são séculos de diferença, são só décadas. Hoje estava conversando com meus amigos como nossos pais são. Eles são, no mínimo enigmáticos. Eles dificilmente dizem tudo com todas as letras. Aliás, eles mais demonstram que dizem, diferente de nós, filhos.

Quando somos adolescentes, é fácil perder-se em um milhão de sonhos. Queremos ser muitas coisas e nem percebemos que não precisamos de tantas assim para sermos felizes. No entanto, não tem problema nenhum perder-se. Eu faço isso muitas vezes. Por sorte, tenho meus faróis: meus pais.

Nos últimos meses, andei muito envolvida com teatro e direção de arte. Minha mãe acompanhou-me em cada etapa, é claro. Era difícil saber se ela gostava das coisas que eu fazia ou não. Eu queria ouvir críticas e tudo o que ela dizia era “gostei”, mais nada além de um sorriso. Sei lá, ela só não é muito boa com as palavras. Mas, na minha cabeça, sempre ficou a incógnita: será?

Meu pai, por outro lado, nem sonha que eu realmente gosto dessas coisas. Na hora dos ensaios, das gravações, da edição rola sempre um estresse porque eu quero fazer as coisas da melhor maneira possível e é inevitável ter de improvisar porque algo acaba não saindo como nos planos. Porém, é sempre muito divertido e faço da minha alegria contagiante. Eu amo quando meus amigos falam que era isso o que eu deveria fazer da minha vida.

No último mês, eu descobri que a minha mãe realmente aposta em mim. Ela inscreveu-me para concorrer a uma bolsa de teatro. Eu fiquei muito feliz pela iniciativa dela. Senão fosse por ela, eu nem estaria ciente dessa bolsa. E ontem, assistindo ao meu último trabalho, confessou que gosta quando eu apareço também em frente às câmeras.

Isso é tão estranho… Eu nunca sonhei em fazer curtas ou algo do tipo. Foi algo que foi fluindo e eu acabei aprendendo sozinha, como serendipity! Eu descobri algo que me faz feliz e algo que eu posso seguir adiante enquanto continuar fazendo, enquanto eu tiver amigos mais que legais que topam qualquer coisa e uma mãe disposta a assistir tudo antes de todo mundo.

Atire nas estrelas se achar que é o certo

E mire no meu coração se sentir vontade”

Anúncios

Autor:

19 anos. Acadêmica de Relações Internacionais e apaixonada por histórias de amor.

Um comentário em “Como serendipity

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s