Publicado em Comportamento, Crônica

Ma(i)s

amor-platonico-2

Andei pensando “e se um dia você sorrir pra mim?”. Mas eu amo tão devagarzinho que talvez nem fosse alcançar-te. Teus passos são ligeiros e não esperam pelos meus. Eu corro, mas você tem pressa e eu não sei do que. Enfim, eu nunca te alcanço. Você é ágil demais para mim. Aliás, você é demais para mim. Mais do que posso suportar e, paradoxalmente, menos do que posso sentir. 

 

Anúncios

Autor:

19 anos. Acadêmica de Relações Internacionais e apaixonada por histórias de amor.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s