Publicado em Crônica

Sorte grande

tumblr_ltse8mwuX71qculbgo1_500

Escrevi ouvindo XO

Eu sou o tipo de pessoa que acredita em destino. Ou seja, tudo o que acontece já pode ter sido escrito algum dia anterior. Se você não conseguiu levantar, por exemplo, com o primeiro alarme que tocou e não conseguiu pegar o mesmo ônibus de sempre: isso estava predestinado.

De repente, no outro ônibus, poderia sentar alguém bem atraente de bom papo do seu lado. Daí vocês conversariam a beça e dariam algumas risadas. Essa pessoa perguntaria se poderia ligar para você, depois do trabalho. Você confia nessa sorte grande. Ai, você conta os minutos. Meu Deus do céu, cadê essa ligação que não surge na tela?

Meio desanimado, resolve ir tomar banho. Nossa, mas seria muito azar a pessoa ligar justamente enquanto você está em meio a sua playlist dos anos 90. Enfim, é melhor abaixar o volume. Você nem sabe porque está perfumando-se para dormir. Você ouve, finalmente, o celular tocar. É ela! Calma.

Você diz “oi”. Contudo, não é qualquer “oi!. Você mudou sua voz, confesse. Você não está sendo você. Quer saber da verdade? Ela também não. Vocês parecem ser perfeitos um para o outro. Você acaba insistindo para que ela aceite um encontro sexta-feira. Ela, depois de muitas desculpas, aceita. Que emoção! Nem seus amigos acreditam nessa história maluca.

Bom, você senta e espera. Espera bastante. Olha umas mil vezes a última visualização dela nas mensagens do WhatsApp. Ela sumiu. Pode estar a caminho, não é mesmo? Ou será que aconteceu um acidente? Será que vocês não tem nem um amigo em comum? Você não é desse tipo, mas resolve stalkear o Facebook dela. Que loucura, parece que ela está de relacionamento sério!

Então, você respira fundo. Você sente como se todo mundo estivesse olhando para você. Eles parecem felizes pela sua “sorte grande”. Estava bom demais para ser verdade? Será que tudo que vem fácil, vai da mesma forma? Será que tem algo de errado com você? Você desiste. Não o culpo. Você volta para casa com um coração partido e sequer cogita em ir ao trabalho no outro dia. Na verdade, você nem quer acordar. Você preferiria ter levantado só no segundo alarme.

 

Anúncios

Autor:

19 anos. Acadêmica de Relações Internacionais e apaixonada por histórias de amor.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s