Publicado em Comportamento

Faltam 2 meses

tumblr_ljayx8fjgo1qes2pjo1_500

Olá, gaveteiros. Essa vai ser uma conversa sincera sobre o ENEM.

Muita coisa muda no ano de vestibular. Eu abri mão de tocar violino, de pintar, dormir o suficiente, entre outras coisas que amava fazer. O primeiro semestre foi intenso. Eu prometi manter o ritmo. Nunca quis estudar umas 20 horas por dia. Provavelmente, se eu fizesse isso, eu estaria cansada agora, sem ânimo nem disposição.

Eu não tô pirando. Entende? Eu pensei que isso fosse acontecer. Está tudo bem. Mas tem um pessoal meio desesperado. Se o que eu for dizer aqui ajudar alguém, posso deitar no travesseiro e dizer que cumpri minha missão.

CALMA!

Eu costumava ser uma pessoa bem ansiosa e estressada. Mas é de calma que todos nós precisamos. Cada pessoa tem um tempo diferente, sonhos diferentes. Só tenha calma e viva a própria vida, do seu jeito. Sério. Se você se considera mais produtivo na madrugada e prefere não estudar numa madrugada porque a sociedade JULGA ser errado, não liga. Faça do jeito que você quiser. Mas faça.

Eu digo isso porque também não vale fazer do seu jeito e não fazer nada. A gente sabe quando está enrolando a nós mesmos. A gente sabe onde tá indo mal. A gente, no fundo, sempre sabe a solução. O difícil é sair da inércia. É difícil. Mas a gente dá conta. Como diria Freud, temos que viver como se fôssemos de ferro. Viva.

A sua vida não precisa parar porque o Enem tá chegando. Claro, é preciso abrir mão de algumas coisas. Quando fiz isso, foi de coração apertado. Eu amava tocar o meu violino. A vida segue. Eu posso tocá-lo depois. Então, nada de drama. Sendo assim, é preciso avaliar o quão disposto se está para resolver um Enem.

Eu peço para que vocês tenham calma porque essa prova destrói muitas pessoas de dentro pra fora. Por mais que essas pessoas sejam meus concorrentes, neste ano, isso me preocupa. Eu queria conversar com elas, dar um abraço apertado e dizer “vai ficar tudo o.k”. Porque, por diversas vezes, isso era tudo o que eu precisava ao me desesperar um muitinho.

Pras coisas ficarem O.K, só depende de nós. Sabe, não seja infeliz por esses dois meses. Isso enfraquece o psicológico. O mais triste é que as doenças relacionadas a mente/comportamento são difíceis de diagnosticar, lidar e tratar. E não precisa ser assim. Você não precisa escolher entre a Universidade e a sua saúde. As duas coisas são importantes.

Não quero ser hipócrita e dizer “ano que vem, você pode tentar de novo”. Até porque eu odiaria ouvir isso. A real é que você não deveria ser obrigado a entrar num curso X se você quer um curso Y. E você deveria ser ainda menos obrigado a se dedicar mais um ano por o curso X. Traduzindo: a escolha é sua. Não tem problema mais um ano de cursinho ou entrar num curso que não era seu plano A. Serendipity acontece. Acredite nisso.

Qualquer coisa, estou aqui e amo conversar. Então, um abraço de urso e até o próximo post! ❤

Anúncios

Autor:

E-mail: blairpttsn@gmail.com Defenda o que você acredita e tenha orgulho por quem você é!

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s