Publicado em Crônica

Histórias de amor

tumblr_mbhc7jmj8s1qdjm0fo1_500

Eu fazia o tipo de adolescente que idealizava, que procurava por momentos perfeitos e frases de impactos. Eu gostava de escrever cartas – aliás, ainda faço isso – e guardar segredo – isso não faço mais. Eu não vivi muitas histórias, entretanto, eu li e ouvi várias que me ensinaram bastante. ❤

O que eu aprendi sobre as “Histórias de Amor”?

Nem sempre o amor é o protagonista. Às vezes, dura a vida toda ou só algumas horas. Pode acontecer com duas pessoas que se conheceram no ônibus ou que cresceram juntas. Nem sempre o “eu te amo” é dito por palavras. O amor pode começar pelo olhar. É sentir que você carrega o amor do mundo todo, porque parece transbordar. Às vezes, dá vontade de rir e chorar ao mesmo tempo.

Alguns passos podem significar longas distâncias que preenchem o coração com saudades. É querer ouvir qualquer bobagem, só porque não quer se esquecer da voz. Tem vezes que dá vontade de gritar e ir embora, mas isso não machucaria só um dos personagens. Algumas são estampadas em todas as redes sociais, outras em segredo. Algumas vezes, amar machuca; noutras, machuca e nem dói. O amor pode ser um beijo, um abraço, uma piada, uma rejeição, um medo, um poder; mas, no fundo, é só amor.

A verdade mesmo é que as histórias de amor são como filmes. Algumas dramáticas e outras românticas; mas, se não tiver mistério, não tem muita graça. O amor precisa ser como um filme! Precisa de alguns spoilers, de um frio na barriga, de uma angústia quando está terminando. E se o filme for bom mesmo, é só esperar a continuação. Às vezes, isso requer algum tempo. Aí você dá esse tempo e tudo volta como nunca antes.

Então, a continuação pode te surpreender e será sua saga preferida – mais que um filme. Quando isso acontecer, você saberá que está amando. Mas somente quando você estiver distraído, saberá que isso tudo faz parte de uma história que é sua. Caso você não faça ideia do próximo passo, tenha certeza: é uma história de amor. Não se agonie! A próxima página só é imprevisível quando você não escreve sozinho.

VIAJEI! 🙄

Sei lá, amor é imaginar. Amor não tem regras. Histórias somos nós quem fazemos agora pra lembrar amanhã. Algumas queremos jogar fora e é meio inútil. Coração guarda mais memórias do que o cérebro. Não importa o quão foi ruim o primeiro beijo, a gente não esquece. Não importa o quão doloroso foi o primeiro término, a gente nunca supera. Não venha me dizer que com você foi diferente. No fundo, o seu coração não mente.

Anúncios

Autor:

19 anos. Acadêmica de Relações Internacionais e apaixonada por histórias de amor.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s