Crônica

Mais um pesadelo

z_puerta_azul

Escrevi ouvindo Bloodstream – Stateless

As mágoas que florescem em meu peito eu não consigo explicar. Desde que descobri que a angústia chega sem aviso prévio, me permiti sentir. Afinal, não é como se eu tivesse outra escolha. É doloroso quando você me olha sem dizer nada. Desculpa pela minha necessidade constante em insistir em silêncio por ouvir o que você está pensando sobre mim.

Eu me sinto errada e deslocada na maior parte do tempo. Então, eu sinto vontade de chorar porque me machuca não ter nada a dizer. Eu fico calada. Não sei o que responder. Eu logo digo que estou bem, que não é nada. Eu digo porque me tortura perguntas além disso. Não importa saber porquê estou assim, nem eu sei o porquê. Só gostaria que você me olhasse nos olhos e desabafasse que apesar de tudo ainda me ama.

Desculpa por achar que tudo o que você manifesta ainda é pouco. Pra mim, nunca parece o suficiente. Eu sou inquieta. Eu olho meu rosto no espelho e tudo o que consigo enxergar de verdade são as marcas da insônia que não me deixa desligar, não me deixa sonhar, não me deixa esquecer dos meus problemas que, às vezes, parecem que são só eu.

Alguns dias são mais complicados que outros. Eu fico rolando de um lado pro outro na cama. Me conforta saber que você está bem. Não quero perturbar você com a carência do colo pra encontrar paz outra vez. Eu não quero levantar hoje. Por favor, não me peça pra sair de casa. Desculpa, eu não quero ajuda alguma. Eu me sinto sufocada com tanta preocupação. Eu só queria mesmo que você me abraçasse e dissesse que isso vai passar, que é só uma fase.

Eu andei fechada todos esses dias. Teu sorriso aberto me assusta um pouco. Você chega tentando destruir meus muros. Eu estou desmoronando junto. Não quero que você perceba a minha fragilidade. Eu só desejo que você segure minha mão para me lembrar que eu não estou sozinha como me sinto estar.

Se páginas de desculpas fossem o suficiente, eu te escrevia um livro. Você de maneira alguma deveria fazer esforço para entender minha complexidade. Não queira saber dos meus motivos. Talvez você não saiba lidar bem com ausências. Eu me sinto sem voz se pra você é tão imprescindível saber como eu me sinto. Eu me sinto menos mal com você comigo. Será que essa resposta te bastaria?

Essa é minha hora de partida. Carregar máscaras é cansativo demais. Portanto, estou desligando as luzes ao trancar o quarto para pensar. É tudo o que me resta. Pensar é o que me distrai de chorar por todas as ausências de coisas que eu gostaria de ter, ser ou sentir. Tenho perdido o orgulho e enterrado a honestidade. Me perdi no caminho. Não sei mais o que esperar. Não espero nada. Sem expectativas. Na verdade, só espero você. Só espero que você não se distancie tanto…

Te amar dói por não ser tudo o que você precisa, mas me cura por você ser minha única esperança do próximo dia. Então fica mesmo sem conhecer o porquê. Fica comigo no agora. É isso que nos importa. Entretanto, não se envolva tanto assim porque rosas têm espinhos. Talvez você se esqueça disso quando está comigo e por isso eu sorrio. Você não tem medo e isso me livra de mais um pesadelo.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s