Comportamento, Crônica

Promessas que a gente não cumpre

jurasepromessas-tumblr-com

Eu adoro aquelas coisas que a gente conta que nunca vai mudar e depois faz de conta que nunca contou. Esse processo de “quebrar a cara” que nos faz repensar nas nossas promessas é algo curioso. E preferimos disfarçar que nos contradizemos. Isso já aconteceu comigo diversas vezes e me fez conhecer outras versões minhas que se tornaram minhas favoritas.

Está ainda no comecinho do ano, provavelmente você criou sua lista de promessas do ano e, olha, a vida não precisa ser uma wishlist, não precisa ser regrada. Você não precisa se cobrar e limitar tanto. Por isso, vou contar sobre algumas coisas que eu sempre dizia e não fiz. Viver é isso.


EU VOU FAZER UM CURSO DE EXATAS

Até o 3° ano do ensino médio, eu pensava isso. Eu queria me desafiar a trabalhar com números. Humanas é área de “mulherzinha”. Ah, mas depois disso eu descobri o girl power e o empoderamento o qual sentia lendo e explicando assuntos de Humanas. Humanas definitivamente é o meu mundo. Ser mulher não é pra qualquer pessoa. Ser mulher é viver desafios todos os dias, independente da área de estudos ou lugar onde frequenta.

EU NUNCA VOU DANÇAR FUNK

Tudo bem que se você olhar meu celular não tem uma música de funk, mas se tocar por aí eu até me arrisco a dançar. Ano passado, eu estava afim de me exercitar mais em casa mesmo. Procurei umas coreografias no youtube e funk era o tipo de dança que eu mais me divertia. As coisas mudam, pessoas crescem e a cabeça se abre também.

EU NUNCA VOU SAIR DO VALE

Entendedores entenderão. Mas, sabe, uma hora você fica com o coração mais aberto e você “deixa acontecer na tu ral mente” e tudo bem se contradizer. A vida aqui é só uma pra tantos amores que podem ser vividos.

CABELO RUIVO NÃO COMBINA COMIGO

Eu não sou “branca” o suficiente pra ter um cabelo ruivo. Quer saber? Eu aprendi a amar meu cabelo ruivo. Achava tão bonito nas outras pessoas e me dei a chance de viver a fase red. Assim como outras coisas do meu corpo que aceitei e outras tentei mudar.

VOU TIRAR NOTAS BOAS EM TODOS OS SEMESTRES

Ainda não reprovei em nada. Eu me cobro bastante por fazer um curso de mercado tão elitista e com disciplinas que eu gosto. Porém, não significa que o curso seja fácil. Eu aprendi a lidar com derrotas de vez em quando porque nem tudo depende de mim. Já tirei uns 4 (valendo 10) pra uma prova que estudei muito e fiquei de boa!


É muito estranho sair por aí confessando as coisas, mas é uma atitude que vale muito a pena para notar que tudo bem a gente mudar por dentro e por fora, mudar nossas escolhas e caminhos. Eu me sinto mais leve. E agora sinto mais cuidado antes de prometer qualquer coisa. É claro que minha lista poderia ter muito mais coisas, mas agora é sua vez de refletir aí sobre as promessas que te fez bem quebrar. ❤

Crônica

Teu antidepressivo

large

Escrevi ouvindo All I Want – Ellie Goulding 

Você sabe que pode deitar no meu colo quando estiver com saudades das estrelas? Eu poderia ficar olhando para os seus olhos a noite inteira. Você pode então me fazer qualquer pedido…

Eu faria de tudo por você. Eu ficaria do seu lado quando você sentisse medo, eu poderia acender uma luz quando a escuridão te assustasse, poderia te abraçar quando sentisse frio, poderia segurar sua mão ao descer os degraus, poderia te fazer dormir quando estivesse com insônia. Eu poderia te prometer te proteger de qualquer coisa; mas, infelizmente, eu não consigo te proteger de você mesma.

Teus pensamentos parecem tão ocupados e às vezes prontos para auto sabotar e eu me sinto insuficiente por não conseguir te salvar. Vejo você se afogando num mar onde não consigo navegar. Eu não tenho controle do que você sente e tudo o que sei é que isso te afasta de mim e da melhor parte de você.

A tua distância me preocupa e, de todos os heróis, me bastaria ser teu antidepressivo. Se você conseguisse sentir ao menos um tanto do que eu sinto por ter você, você poderia sorrir ainda esta noite. Não fecha teus olhos se não for pra dormir. Olha para estrelas e realiza algum desejo amanhã. Não fica sozinha consigo mesma se comigo pode ser melhor. E não vai embora sem ao menos tentar nas próximas horas.

Comportamento, Pessoal

Bem-vindo, 2018 azul

ys9215

Olá, gaveteiros! Tudo bem com vocês?

Antes de continuar publicando aqui, eu gostaria de explicar a mudança visual no blog. O modelo antigo era com flores em preto e branco e, de alguma forma, aquilo representava pra mim coisas como: mistério, autossuficiência, amadurecimento, recomeço. Era como se a partir de 2017 eu fosse deixar tudo para trás e recomeçar.

Aquelas flores em preto e branco significaram muito pra mim, porém um novo ano chegou e isso me pede um novo sentido: o que explica o azul. Para 2018, eu quero liberdade. Eu quero me sentir mais livre das pessoas e mais confortável com as minhas próprias escolhas. Quero me sentir feliz sozinha – algo que fui esquecendo a sensação conforme fui fazendo mais amigos.

Então, eu quero me sentir mais responsável pelas barras que carrego, no sentido de conseguir resolvê-las. Quero expor mais sobre como me sinto, não esconder por medo da solidão e descobrir que só vai ficar quem realmente se importa (e tudo bem, porque ninguém é obrigado). Quero me sentir menos dependente de maquiagem e roupas para me sentir bonita e adequada.

Enfim, são muitos desejos para 2018 que se resumem em liberdade. E eu escolhi azul por ser minha cor preferida. Azul é a cor que me traz calmaria, paz e verdade. E faltam quatro dias para eu fazer vinte. Estou longe de me considerar adulta porque sequer tenho independência financeira. Mas é um tempo certo para eu direcionar quem vou me tornar em breve.

Ah, por coincidência, hoje faz 1 ano que fiz cirurgia e agora, finalmente, eu tenho total liberdade para fazer exercícios físicos mais pesados e até doar sangue! Obrigada, Deus (eu mesma duvidava se esse dia chegaria).

Bem-vindos ao meu 2018 azul. ❤

Poesia

As tuas ondas

tumblr_static_tumblr_mcfvtoc0fm1qantcpo1_400

O mundo está acontecendo lá fora

E eu estou desabando por dentro

E eu corri para abrir a porta

Antes de descobrir que era só o vento


Parece que vai cair mais uma tempestade

Enquanto eu choro de saudade

Não ter você comigo me tira a sanidade


Te ligo porque te preciso aqui e agora

Só peço aos céus para que seja uma boa hora

Promete pra mim que pra chegar não demora?


Desculpa por fazer você sempre mudar de plano

É da calmaria das tuas curvas que estou precisando

Pois, as tuas ondas me afogam devagar

E me põe a descansar


E finalmente me canso de lutar

Faço de conta que mereço no teu mundo mergulhar

E aceito te a(mar)…

12 lições, Comportamento

Lição de janeiro: você não é obrigado a nada

tumblr_lx2hj3jz1h1qfbj38o1_500_large

Olá, gaveteiros! Tudo bem com vocês? ❤

Queria começar 2018 com uma vibe diferente: compartilhando lições (até porque em 2017 eu aquietei meu coração e as crônicas de decepções amorosas ficaram mais difíceis de serem escritas, um abraço pela compreensão). E se tem uma coisa que eu tenho paixão é por aprender coisas da vida. Por isso começarei o projeto: 12 lições em 2018. Espero que coração que gostem!


Você conhece a sensação de um esforço desgastante para conseguir algo? Você não precisa disso. E isso, meu bem, vale para qualquer coisa da vida. Nos sentimos sobrecarregados quando priorizamos aquilo que não nos liberta e só pesa durante a caminhada. E o porquê? Quem sabe disso é apenas você. Vou contar um pouco sobre mim para que você entenda melhor o que eu quero dizer.

f9d440e5bf83789feee6c2c30b723b1c-tumblr-life

VOCÊ NÃO É OBRIGADO A VESTIR UMA ARMADURA

Você não precisa se blindar de tudo e de todos. Acontece que, por exemplo, todas as vezes anteriores que eu me relacionei amorosamente, eu fui decepcionada de alguma forma. E se eu tivesse vestido uma armadura, eu não estaria namorando agora com alguém que cuida tão bem de mim.

As pessoas não são fórmulas prontas, elas são humanas. Não podemos limitar o comportamento delas espelhando apenas em comportamentos passados de outras. Então, aprenda que, por mais que doa, uma armadura não é a melhor roupa a vestir se o seu coração ainda sonha em encontrar o amor. Eu sugiro você vestir aquele jeans maravilhoso ou qualquer outra coisa que faça você se sentir o contatinho do rolê mais requisitado a ser chamado de mozão até na casa da sogra.

VOCÊ NÃO É OBRIGADO A ESTAR BEM O TEMPO TODO

Existem dias nos quais não está tudo bem. E a gente se veste de simpatia para disfarçar quando sai de casa. Mas, quando chega, e as luzes apagam: está tudo bem sentir um vazio. Está tudo bem você se permitir ser sincero com você mesmo e com quem estiver disposto a te entender e ajudar.

Sabe aquela história que se você contar tanto uma mentira ela pode se tornar verdade? Ela pode até parecer verdade por um tempo, porém, logo depois vai ser doloroso quando deixar de fazer sentido essa fantasia. Não adianta varrer para debaixo do tapete. É preciso admitir nossos momentos de fraqueza e procurarmos alguma solução. Não deveríamos fingir que estamos sempre bem e com a vida perfeita. Está tudo bem em estar mal às vezes.

VOCÊ NÃO É OBRIGADO A IR

Em algumas sextas ou qualquer outro dia aleatório da semana, é frustrante abrir os stories do instagram e notar que está “todo mundo” com algum rolê aparentemente mais divertido do que a nossa netflix e cobertor. E pode ser verdade que a nossa netflix faça muito mais o nosso perfil do que saideiras vazias.

Em 2017, eu acabei me tornando a arroba que não recusava convites para rolês. O que acontecia era que eu aceitava ir sem sequer estar animada o suficiente pra isso. E, muitas vezes, eu me sentia sozinha no meio de pessoas que não me divertiam tanto quanto eu criava expectativas. E ficava levemente arrependida por ter trocado minha caminha por um rolê chato. Eis que decidi: não sou obrigada a ir se eu não estiver afim.

VOCÊ NÃO É OBRIGADO A CONVI(VER) COM QUEM NÃO QUER

Já que tocamos no assunto instagram, sejamos mais profundos: eu entendi que nem todas as fotos que apareciam no meu feed faziam eu me sentir bem. Eu decidi deixar de seguir aqueles feeds maquiados demais e até as pessoas com quem eu não simpatizava. Deixei de lado o princípio de que seguir de volta é um gesto de educação.

Meu próximo passo é bloquear as pessoas que só estão me seguindo para marcar em sorteio. Me desculpem, mas isso acaba com alguns minutos do meu dia. Eu fico estressada com um monte de marcação em sorteios. Já pedi gentilmente para não fazerem e se continuarem, para meu próprio bem: deixar de seguir.

VOCÊ NÃO É OBRIGADO A SER SEMPRE O MESMO

Eu acredito que me tornei muito melhor em 2017. E eu ainda sou cheia de defeitos! Veja bem, em 2019 eu vou dizer o mesmo sobre quem me tornei em 2018. Ano passado, eu mudei meu cabelo umas três vezes, eu mudei minha área de estudos, eu mudei meus gostos musicais, eu mudei minhas principais amizades, eu mudei minha forma de liderar, eu mudei a minha escrita e um montão de outras coisas.

Eu mudei e algumas coisas foram sem querer, eu só mudei. E outras várias coisas ao meu redor mudaram também. E adaptar a mudanças não é tão simples. Às vezes dá saudade, nostalgia, tristeza e até depressão. Precisamos ver o lado positivo das mudanças. Por isso gosto tanto da frase: “if you not scared, than you’re not taking a chance”! Mudanças podem ser boas, confia em mim: você vai crescer com elas.


207699281000202

QUE TEXTÃO! A verdade é que eu poderia não parar por aqui. Afinal, você não é obrigado a nada. E essas foram as principais faltas de obrigação que eu tenho aprendido até aqui. E vocês podem continuar nos comentários ou numa listinha aí com vocês como lembrete para se sentirem melhor quando foram exigidos demais.

Ah, e sobre a reciprocidade não ser uma obrigação, eu já escrevi aqui!

Enfim, um abraço de urso e até o próximo post! 😉