Crônica

Pecinhas de Quebra-Cabeça

tumblr_litcadtvro1qh4tp8o1_500_large

Às vezes, somos quebra-cabeças complexos, não somos?

Quando comecei a estudar Relações Internacionais, eu queria entender um pouco mais sobre as pessoas também. Estou no processo de entendê-las.

Você já parou para pensar como as pessoas fazem parte de uma construção social…? A parte boa de sentar na janela é ter vista para a rua. Eu gosto de ver como tantas pessoas num mesmo ponto de ônibus têm rotinas diferentes ainda que estejam indo pelo o mesmo caminho.

Penso que compreender as pessoas como construção social seja importante para olhá-las com carinho. Cada pessoa tem sua história. Cada pessoa está buscando seu lugar no mundo. Cada pessoa é uma pecinha de quebra-cabeça que nem ela vai entender até que ele seja montado (e se for).

O quebra-cabeça corresponde às nossas relações com outras pessoas e mundo. Com algumas peças, não adianta: não encaixa. Estamos tão apressados para sermos montados, para descobrir como será nossa vida, que deixamos de nos perceber como uma pecinha entre tantas outras.

Minhas relações pessoais são extremamente complicadas. Apesar de eu gostar de conhecer todo mundo, eu não me dou bem com a maioria das pessoas. Sou de poucas relações. Eu sou só uma pecinha e não depende apenas de mim me encaixar. Não deveríamos perder tempo onde não estamos sendo bem-vindos. Certo? Certo…

E quanto mais desencaixes passamos, mais nos compreendemos. E podemos entender que fomos construídos ao longo da vida por nossas famílias, nossas escolas, nossas amizades, nossas escolhas, nossos caminhos e as surpresas da vida. E assim será: nosso formato se modifica e entendemos então que talvez seja a hora de mudar de quebra-cabeça.

Talvez, então, seja a hora de mudar de lugar, mudar o que acreditamos, mudar o que pensamos, mudar como nos comportamos, mudar aquilo que lemos, mudar alguns hábitos e até algumas pessoas das nossas vidas.

Nós somos complexos, agentes em constante construção, mudamos sim. Somos pecinhas em busca do nosso quebra-cabeça. E não existe apenas um no mundo. Nos conformar com um quebra-cabeça mal montado não deveria ser uma opção. Não se trata apenas do formado. Não se trata apenas de estarmos confortáveis ali. Não é porque encaixamos em algum que será aquele o único “certo” ou o “pra sempre”.

^-^ Me conta o que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s